sexta-feira, 29 de abril de 2011

O PODER DO VESTIDÃO

Vestido de noiva é emblemático. Que o diga Kate Middleton, que escolheu a simplicidade como símbolo de seu casamento com o príncipe William, da Inglaterra. Afinal de contas, a época não é de esbanjamento, pois a crise econômica paira no ar.

Kate, que fez suspense sobre o modelito até a última hora, usou um vestido de mangas compridas de renda com estrutura tipo tomara-que-caia em bicos. A criação é de Sarah Burton, sucessora do grande estilista Alexandre McQueen, que morreu no ano passado. A noiva escolheu para a cabeça um véu pequeno e ainda uma tiara Cartier dos anos 30, emprestada pela Rainha. Os cabelos soltos, criticados por alguns, fugiu do tradicional preso a pedido do noivo William.
Durante a cobertura da TV Globo, a consultora de moda Glória Kalil comentou: "É um vestido que prima pela simplicidade. A cauda do vestido é simples, 2 metros, curta, enquanto a da Diana media 7,5 metros, enorme. Kate acertou na escolha e logo esse vestido estará nas vitrines de lojas do mundo inteiro".

A escolha de Kate, com certeza, influenciará noivas românticas ao redor do mundo. Cristiana Dias, consultora Cymbeline para a América Latina, sugere o modelo acima, um "vestido dos sonhos" capaz de proporcionar um dia de princesa a qualquer mulher.

Fotos Divulgação

2 comentários: